(48) 98802 - 3829
   Entre em contato
   Chat offline
   Faça login

TEORIA DE DOW

 
 

 

Charles Henry Dow (1851 - 1902) nasceu em Sterling - Connecticut, jornalista americano fundador do The Wall Street Journal. Dow e seu sócio Edward Jones fundaram a "Dow Jones & Company" em 1882. Em julho de 1884, Dow publicou o primeiro índice do mercado de ações o Índice Dow Jones, o qual era composto por 11 ações. Dow foi um profundo pesquisador, seu estudo, a Teoria de Dow, fundamenta a análise das ações nas Bolsas de Valores.

 

Em 1903, um ano após sua morte, Samuel Nelson compilou os artigos publicados por Dow no livro "The ABC of Stock Speculation", o qual originou o termo Teoria de Dow. Em 1922, William Peter Hamilton, sucessor de Dow no "The Wall Street Journal", publicou os princípios de Dow no livro "The Stock Market Barometer?.

 

Dow acompanhava e comparava os movimentos do mar. Quando a maré está subindo, cada onda quebra um pouco mais alto que a outra e depois recua. Assim, se assinalado o ponto máximo atingido pela onda, saberemos se a maré é montante ou vazante, demorando um pouco mais para perceber a tendência quando da reversão de uma para a outra.

 

No ano seguinte a Bolsa Livre já encerrava atividades devido à política do Encilhamento. Em 1895 a então Bolsa de Fundos Públicos de São Paulo assume o papel de

evoluir o mercado de capitais no país.

 

 

Características da Teoria de Dow:

 

  • Variações e média geral dos preços;
  • Considera títulos variáveis sob um ponto de vista exterior ao próprio mercado;
  • Antes de todo impulso do mercado, quer para uma alta, quer para uma baixa, aparecem "formações" identificáveis que os sinalizam;
  • Não explica sobre o processo de geração dessas "formações" e, muito menos, sobre as leis internas dos movimentos oscilatórios que descrevem;
  • Limita-se a argumentar que uma alta é equivalente a uma pressão de demanda, e uma baixa, uma pressão de oferta e
  • Fornece as indicações quanto às tendências e sinaliza os impulsos dos preços em seus movimentos de alta e baixa.

 

Para identificação das tendências, utiliza-se:

 

  • Técnicas de traçado de linhas de tendências,
  • Formações que sinalizam essas tendências,
  • Do estudo em termos de oferta/demanda,
  • Dos gaps,
  • Dos níveis máximos e mínimos, que se transformam em suporte e resistência.

 

Alguns analistas consideram que a teoria é atrasada nas indicações de compra e venda, extremamente tardia, devido a exigência de confirmação para que uma tendência se inicie e termine, não identifica com antecipação quando um movimento secundário irá se tornar primário, não auxilia no aproveitamento da tendências secundárias. Apesar das críticas de alguns analistas a teoria de Dow, associada aos gráficos, tem-se mostrado muito útil aos investidores.

 

 

Primeiro Princípio: Os índices descontam tudo, exceto atos de Deus.

 

Os índices nas suas flutuações do dia a dia descontam tudo que é conhecido, previsível e tudo que de alguma forma possa afetar a oferta e a procura dos ativos negociados. Até calamidades naturais imprevisíveis, quando ocorrem são rapidamente avaliadas e seus efeitos descontados.

 

 

 

 

Segundo Princípio: O mercado tem três tendências.

 

 Tendência Primária: é um movimento longo que pode ser de alta ou de baixa ou lateral, e que leva a uma grande valorização ou desvalorização do ativo ou variação dentro de uma faixa de preço. Não existem regras matemáticas para definir o tempo de duração das tendências. As tendências não se movimentam em linha reta o movimento acontece em forma de ondas. É a tendência mais longa e considerada a mais importante, sua duração e ocorre, geralmente, por mais de um ano, se estendendo a partir dos seis meses, podendo permanecer por alguns anos.


 

Tendência Secundária: o conjunto dos impulsos e correções dentro de uma tendência primária, forma a chamada tendência secundária.

Uma tendência secundária dura de 3 semanas a 1 ano e pode corrigir, pode recuar até 66% da tendência primária da qual faz parte. No entanto, se superar os 66%, podemos afirmar que a tendência primária sofreu reversão, iniciando uma tendência de baixa.

Se caracteriza por ser mais rápida e aguda do que a tendência primária. Representa importantes reações e interrompe temporariamente a tendência primária dos preços, mas sem altera-la. Para identificar esta tendência, utilizamos o gráfico semanal ou mensal.

 

Tendência terciária: as tendências terciárias fazem parte das secundárias. São movimentos menores de, em média, até 3 semanas. São pequenas oscilações de preço, reforçando ou contrariando o movimento principal. Esta tendência é identificada pelo gráfico diário e é a única das três tendência que pode ser manipulada por grupos de forte poder econômico.

 

Terceiro Princípio: diz respeito às principais das tendências primárias de alta e de baixa.

 

Tendência primária de alta tem três fases:

 

  • Acumulação: é a fase de entrada dos insiders, por saberem que os preços estão subvalorizados em relação seu potencial teórico.

 

  • Subida sensível: Caracterizada por um avanço nos preços das ações e pela melhora nos resultados das empresas.

 

  • Euforia: o mercado inicia um rali de alta, o qual a massa de investidores não quer perder. É neste momento que há o rali da tendência de alta, com os preços e volume avançando consideravelmente.

 

Tendência primária de baixa tem três fases:

 

  • Distribuição: depois do rali, os preços alcançam níveis históricos. Como a demanda ainda é alta, as ofertas de venda vão sendo finalizadas gradualmente. Fase em que os investidores vendem seus ativos. As notícias continuam altamente otimistas, aparentando ser uma correção do mercado.

 

  • Pânico: compradores diminuem e os vendedores começam a ter pressa de desfazer de suas ações, o volume cresce consideravelmente, e a queda, antes gradual, ganha muita velocidade. Aumenta a força vendedora, pois os investidores começam a notar que a pequena queda não era somente uma correção momentânea e procuram se desfazer dos papéis o mais rapidamente possível.

 

  • Desaceleração ou Baixa Lenta: Como uma inércia natural, os preços vão recuando vagarosamente, até estabilizarem, iniciando, novamente, uma fase de acumulação. Cessa a pressão vendedora, podendo ocasionar novas oportunidades de compra.

Quarto Princípio: Confirmação.

 

A tendência deve ser confirmada, pelo menos, por dois índices distintos na sua formulação.

 

Quinto Princípio: O volume deve acompanhar a tendência.

 

A quantidade de ações negociadas deve acompanhar os preços. Em uma tendência de alta, o volume negociado deve aumentar quando os preços sobem e diminuir quando os preços descem. Esse fenômeno pode ser explicado pela Lei da oferta e da procura.

 

  • Tendência de Alta: o volume deve aumentar com a valorização dos ativos e diminuir nas correções.

 

  • Tendência de Baixa: o volume deve aumentar na desvalorização dos ativos e diminuir nas reações.

 

Sexto Princípio: O mercado pode se desenvolver em linha.

 

São movimentos laterais congestões de pequenas amplitudes. Contem movimento dos preços com intervalo de 5 a 10% entre mínima e máxima.

 

Sétimo Princípio: Considerando apenas o preço de fechamento.

 

Preços de fechamento traduzem a tendência desenrolada ao longo de um dia de negociação. Para efeito de avaliação para condições do mercado considera-se apenas o preço de fechamento, ignorando mínimas e máximas.

 

Oitavo Princípio: A tendência continua em andamento até que haja sinais de reversão.

 

O fechamento do preço acima de um topo ou fundo anterior caracteriza uma mudança de tendência. Estes princípios foram considerados por Dow para identificar uma mudança de tendência.

 

 

 

 

Fibonacci

Ondas de Elliot 

 
 
 
 
 

 

Sobre nós
BOLSA DE VALORES AO VIVO é um espaço para você buscar conhecimento sobre análise técnica, mercado financeiro, investimentos em bolsa de valores, inteligência emocional para o trader, controle de risco e administração do lucro. 
Faça contato
 
  (48) 98802 - 3829 
  (48) 98802 - 3829
  Rua Almirante Alvim, 470 - Centro, Cep 88.015-380  Florianópolis - SC, Brasil
Encontre-nos
 
Home   •   Topo   •   Sitemap
© Todos os direitos reservados.